20 Passos Como Abrir Um Food Truck

20 Passos Como Abrir Um Food Truck
Rate this post

970x90

Os food trucks representam uma tendência atual da indústria culinária que tem apresentado uma taxa de crescimento considerável. Se gosta de cozinhar para os outros, pense bem na ideia, afinal, o investimento é bem menor do que o de abrir um restaurante. Se não tem certeza de como começar seu próprio negócio, continue lendo para aprender a montar tudo e abrir um food truck.

1 Parte: Começando

1-  Converse com proprietários de food trucks.

Antes de começar a realmente montar seu próprio negócio, converse com empreendedores da região para pedir conselhos práticos e ajuda para seu novo restaurante móvel.

Pergunte sobre como eles começaram o negócio. É uma boa ideia também se informar sobre contratempos que poderiam ter sido evitados com preparo e sugestões para reduzir custos iniciais.

2 – Leve seus objetivos e seu estilo de vida atual em consideração.

Ser dono de um food truck afetará bastante sua vida; é importante levar em consideração objetivos financeiros e profissionais, o tempo livre e o local para definir como será o food truck. Responda algumas das seguintes perguntas:

Quais são os requisitos físicos? Para comandar um food truck, você provavelmente precisará passar um bom tempo de pé.

Quais os custos emocionais? Gerir um negócio de sucesso é um processo que pode causar muito estresse emocional por conta da conciliação entre a empresa e o tempo que você passa com aqueles que ama.

O negócio é apropriado para sua personalidade? Para o sucesso de um food truck, você precisa do apoio do público. O atendimento ao cliente será uma grande parte do serviço e essa é uma boa opção para quem gosta de trabalhar e interagir com os outros.

Quando eu ganharei? Informe-se com gerentes de food trucks para ter uma ideia de quanto eles recebem por mês na região. Os valores podem ser diferentes dependendo do local e do produto. É bom estar ciente de que você pode demorar um tempo para lucrar por conta dos custos consideráveis de montar o próprio negócio.

3 – Bole um conceito preliminar.

É importante projetar um conceito que servirá de guia conforme você monta o food truck. Pense bem nas comidas que deseja servir e na imagem que deseja passar para formular um bom plano de negócios.

Visite parques que acomodam food trucks e veja quais são os que fazem mais sucesso para ter uma ideia de quais os alimentos mais atraentes para o público da região.

Especule os tipos de alimentos que poderiam fazer sucesso na região. Por exemplo, caso os food trucks de cupcakes façam sucesso no local e não exista nenhum vendendo sobremesas, experimente abrir um.

Faça um teste de degustação antes de fechar o conceito. Pesquisas anônimas e degustações o ajudarão a determinar se há interesse real em sua proposta.

(( CLIQUE AQUI – CURSO DE HAMBÚRGUER ARTESANAL ))

4 – Estabeleça-se como um negócio legal.

É importante dar legitimidade ao food truck; além disso, ser uma empresa real com um plano de negócios pode atrair potenciais investidores e clientes em busca de negócios sérios.

Entre em contato com o Portal do Empreendedor para tirar quaisquer dúvidas sobre a abertura de uma microempresa.

Consulte-se com as autoridades locais.

O fato de você abrir uma empresa pode reduzir responsabilidades pessoais em casos de problemas com o food truck.

É importante registrar o negócio na declaração de imposto de renda.

Contrate um advogado e um contador para lidar com as papeladas legais e financeiras do negócio.

5 – Monte um plano de trabalho.

Esboce planos de curto e longo prazo para guiar o negócio; assim, você desenvolverá o food truck e se preparará para contingências como processos, além de estabelecer mais segurança financeira para comprar autorizações, seguros e suprimentos.

Coloque no papel todos os objetivos do negócio, as finanças, as estratégias de marketing e o plano de execução.

Monte um resumo executivo que informe claramente seus objetivos para potenciais investidores.

Seja o mais detalhado possível, mas permita certa flexibilidade em algumas sugestões. Liste as responsabilidades do proprietário e dos funcionários e inclua menus e preços preliminares para se focar em apenas um conceito. Por fim, tabule os custos de autorizações, salários e suprimentos.

6 – Informe-se sobre licenças, autorizações e certificados.

Os restaurantes móveis precisam de autorizações e licenças próprias. Informe-se com as autoridades locais ou com proprietários de food trucks sobre as documentações exigidas.

Obtenha autorização para estacionar o food truck e montar o negócio. Monte uma rota para facilitar a obtenção da certidão de uso de solo.

Contate a prefeitura para obter as licenças e operar como unidade de comida sobre rodas. Os profissionais do município normalmente o informarão de tudo que você precisa para começar a operar.

Os requisitos variam de acordo com cada município, mas você deve precisar de: CNPJ, documentação do veículo, registros de compras dos alimentos, certidão de uso de solo e alvará de funcionamento, entre outros documentos específicos da cidade.

Entre em contato com o Portal do Microempreendedor para obter informações extras.

7 – Faça um seguro.

Assim como com qualquer veículo — e negócio —, o food truck precisa de um seguro para proteger você e seus recursos.

Os custos de seguro variam de acordo com a seguradora, mas eles não devem ser muito maiores do que os custos de um seguro veicular comum.

Informe a seguradora de possíveis riscos. Por exemplo, se planeja armazenar tanques de gás no caminhão, é importante incorporar isso na apólice.

2 Parte: Indo atrás dos suprimentos

1 – Compre o trailer.

O veículo é a peça chave do negócio; é importante escolher um capaz de transportar os suprimentos e servir os clientes. Os valores variam de R$ 50 mil a R$ 200 mil, dependendo das adaptações que devem ser feitas ao veículo. Um bom furgão o ajudará a atrair clientes e facilitar o trabalho.

Informe-se com as autoridades locais sobre requisitos existentes sobre o tipo de furgão.

Pesquise para encontrar o melhor preço. O custo exato dependerá da condição do furgão e da existência ou não de equipamentos já instalados.

Pense na possibilidade de comprar ou alugar um food truck usado; você pode acabar economizando bastante.

O veículo precisa ter espaço suficiente para a cozinha, os suprimentos e para servir os clientes.

2 – Instale equipamentos culinários.

Se planeja preparar a comida no veículo, alguns utensílios são necessários. Inclua todos os itens de que precisará imediatamente e vá acrescentando suprimentos conforme eles se tornem necessários.

Compre utensílios básicos como refrigeradores e armários.

Compre suprimentos de preparo básicos como fornos, panelas, tábuas de corte e talheres.

Pense na possibilidade de alugar uma cozinha para preparar as comidas fora do food truck. Caso consiga encontrar uma cozinha barata para alugar e um furgão simples e barato, essa pode ser uma boa opção com custos reduzidos.

3 – Entre em contato com fornecedores.

Você precisará de fornecedores de ingredientes e o contato direto com eles o ajudará a conseguir descontos e gerar boca a boca para o negócio.

Entre em contato com diversos fornecedores e discuta o seu food truck. Informe-se sobre qualidade e preços.
Sempre confira as referências do fornecedor. Informe-se com os clientes atuais deles para ver quão satisfeitos eles estão.

Além do bom serviço, é preciso garantir a boa qualidade dos produtos. Verifique se os produtos que está comprando são enviados de modo higiênico e no prazo. Se precisar, peça para verificar os relatórios da vigilância sanitária e as permissões de funcionamento do fornecedor.

Limite os fornecedores, pois manter um registro com muitas compras pode atrapalhar o serviço. Atenha-se a um ou dois fornecedores principais.

Negocie os aspectos do contrato, incluindo os cronogramas de entregas e pagamentos.

4 – Compre no atacado.

Se preferir comprar os itens sem a intervenção de um fornecedor, procure mercados que vendam no atacado. Esteja ciente de que, desse modo, você precisará comprovar os padrões de higiene e qualidade dos produtos comprados.

Compre alimentos em grandes quantidades em redes varejistas. Esteja ciente de que o fornecimento de alimentos frescos pode ser limitado, entretanto.

Experimente comprar os ingredientes em catálogos de fornecedores e fabricantes. Dependendo dos tipos dos ingredientes, pode ser complicado encontrá-los em um catálogo.

5 – Encontre um local para estacionar o furgão.

Os food trucks são grandes e precisam de um lugar para estacionar quando não estão operando. Procure um local adequado onde o veículo não fique exposto a altas temperaturas para evitar problemas com ingredientes perecíveis.

Informe-se com as autoridades locais para descobrir se há alguma regulamentação específica quanto a isso.

Se for estacionar o veículo em um armazém, informe-se sobre a possibilidade de fornecimento de energia, água e gás para o veículo enquanto ele fica guardado.

(( CLIQUE AQUI – COMO ABRIR UM NEGÓCIO PRÓPRIO ))

3 Parte: Montando o próprio negócio

1 – Trabalhe com um mentor.

Peça a ajuda de um profissional experiente com pequenas empresas ou restaurantes. Ele pode ajudar o negócio a crescer e oferecer conselhos durante épocas difíceis.

2 – Finalize o menu.

Com base nos conceitos testados anteriormente, bole o menu final do food truck. O ideal é escolher pratos simples para se especializar em um tipo de cozinha ou produto.

Ofereça diversos pratos que sabe cozinhar e que vendam bem.

Escolha produtos que combinem com os horários de funcionamento do food truck. Por exemplo, um furgão de costela dificilmente fará sucesso pela mão.

Venda alimentos que possam ser transportados facilmente.

Pense em comidas com um bom custo-benefício.

3 – Defina preços justos para os produtos.

Lembre-se de que é preciso cobrar o suficiente para cobrir custos operacionais e lucrar.

Procure uma boa faixa de preços e defina o valor final após pesquisar food trucks concorrentes.

Utilize preços proporcionais aos dos food trucks da região.

4 – Defina as estruturas de pagamento.

Após definir os custos e preços, estabeleça o sistema de pagamento levando em consideração os tipos de pagamentos que aceitará e o modo com o qual emitirá notas e pagará as contas.

Abra uma conta bancária separada para o negócio.

É importante abrir uma linha de crédito própria para o negócio.

Seja transparente com os valores cobrados, tanto com os clientes quanto com os fornecedores.

5 – Contrate os funcionários.

Se possível, contrate alguém para ajudá-lo no food truck. É provável que no início você precise dar conta da cozinha e do atendimento ao cliente sozinho.]

Entreviste pessoas e verifique se elas tem experiência com o cargo.

Os potenciais funcionários precisam ter licenças e certificados para trabalharem com o preparo de alimentos.

6 – Desenvolva a estratégia de marketing para o negócio.

As redes sociais e o boca a boca são importantíssimos para a divulgação do serviço. Indique seus perfis no Facebook e no Twitter para clientes em potencial para que o negócio cresça na internet. Se desejar, compre links patrocinados para divulgar ainda mais o food truck.

Bole um logo para o negócio e pinte-o no furgão para atrair clientela.

Contrate uma agência de publicidade ou monte o logo e o site do negócio por conta própria. Procure manter a marca simples, única e atraente.

A divulgação deve complementar a marca. Utilize cores e designs que combinem com a pintura do furgão.

Mantenha uma boa relação com os clientes para que eles indiquem novos clientes.

Mantenha uma presença ativa em redes sociais como Instagram, Snapchat, Twitter e Facebook. Anuncie promoções e ofertas na internet para atrair clientes.

Compre anúncios em jornais e publicações locais. Se possível, anuncie também na internet.

Distribua folhetos em semáforos, bibliotecas e cafeterias locais.

Monte uma parceria com outros negócios ou food trucks. Converse com negócios locais para exibir seu menu nos estabelecimentos deles em troca de indicá-los para seus clientes ou entregar cartões de contato.

Envolva-se em atividades comunitárias para divulgar o serviço. Doe alimentos ou contribua para uma caridade para fazer um nome para o negócio.

7 – Ouça os clientes.

Preste bastante atenção nas sugestões e nos pedidos dos clientes; assim, eles continuarão voltando e você ganhará uma nova clientela com o tempo.

Seja flexível sem mudar o conceito inicial. Por exemplo, se você vende cupcakes gourmets mas está perdendo clientela por não oferecer sabores mais tradicionais, expanda o número de sabores disponíveis.

Peça que os clientes digam o que gostam e o motivo. Bater um papo com a clientela pode agregar bastante ao negócio.

Coloque uma caixa de sugestões no caminhão e confira-a diariamente.

8 – Mantenha-se atualizado com as tendências da indústria.

Como os food trucks são bastante populares, é importante manter-se atualizado com as tendências para continuar atraindo clientes. Leia publicações sobre o ramo, converse com outros proprietários e frequente estabelecimentos concorrentes para manter-se informado.

970x90